VALE À PENA VER! DE NOVO, TAMBÉM! ;)

Separados pelo Idioma [1]

Depois de muuuuito tempo, esta nobre alma que vos fala finalmente voltou a produzir um vídeo pro canal do haLIBIDOso no Youtube . E já vol...

sábado, 11 de agosto de 2012

Campanha Eleitoral: Y U NO ACABA?




É com enorme prazer que o tio Vítor vem aqui, depois de muuuito tempo, fazer aquilo que foi a primeira motivação dele para criar o humilde haLIBIDOso, mas que por ironia do destino acabou sendo deixado em segundo plano: emitir uma opinião crítica sobre um assunto cotidiano. E o tema de hoje é algo responsável por metade do meu estresse a cada dois anos, e creio que seja o de muita gente também: ELEIÇÕES!

É claro que minha abordagem terá ênfase na campanha eleitoral de São Luís (MA), cidade em que fui “iniciado” politicamente. u.u’

OBS.: SE ESTA É A SUA PRIMEIRA VEZ LENDO UM TEXTO DE MINHA AUTORIA, É FORTEMENTE RECOMENDÁVEL QUE VOCÊ TOME NOTA, POR OBSÉQUIO, DO CONTEÚDO DESTE LINK. ;)

Pra começo de conversa já vou logo avisando que não entrarei no mérito de discorrer sobre o fato do voto ser obrigatório num país que se diz democrático. u.u’ Vamos deixar essa discussão para outro momento.

Então, vamos ao que interessa.

A cada dois anos o Brasil tem, durante o início do segundo semestre, toda sua atenção dividida entre as Eleições Municipais/Estaduais-Federais e os Jogos Olímpicos/Copa do Mundo. E no país da politicagem esse fato só poderia ser considerado uma (in)feliz coincidência, correto?

Pois bem. É exatamente nesse período de euforia que o povo deve fazer sua análise para decidir qual será o seu representante na prefeitura/câmara/senado, e é justamente nessa época que ele recebe uma enxurrada de informações cuja ênfase está na disputa por um título/medalha/troféu que a sua pátria amada almeja conquistar, para mostrar para o mundo o quão poderosa essa nação é. Em meio a tudo isso, as coisas vão acontecendo e passando despercebido. E o povo só de dá conta depois que as eleições acabam e o mandato de quatro longos anos se inicia. Mas aí já é tarde demais. A merda já foi feita. E são os bandidos do colarinho branco quem agradecem. u.u’


Mas vamos parar de generalizar. Eu vim aqui tratar de pontos bem específicos, que condizem com essa primeira etapa da politicagem no Brasil: a campanha eleitoral. E o primeiro desses pontos é o maldito comício/carreata, uma das coisas mais execráveis e contraditórias que existem na politicagem brasileira. A poluição sonora, visual e pública que essa modalidade gera não tem como ser um ponto positivo na campanha de um candidato. Numa cidade onde o trânsito é insustentável, como que um comício/carreata em pleno horário de pico pode agradar os eleitores? Que cidadão, em sã consciência, votaria num candidato que faz barulho, entrega santinhos e causa congestionamento no momento em que ele está tentando chegar em casa para descansar visando a jornada de trabalho que lhe aguarda no dia seguinte? -_-‘ Pois é. Nas duas últimas semanas eu passei por essa experiência. Duas vezes. E a primeira coisa que pensei foi: “Quem foi o filho da puta que teve essa ideia de jerico?”. E depois de perder quase 1h no trânsito, meditando, eu cheguei a duas simples conclusões: “Não votarei em Washington. E muito menos em Castelo”. Fato.

Mas aí nós chegamos ao ponto seguinte: os carros de som. Pense um negócio chato! Mais insuportável que assistir Faustão durante todo o final de semana, sem descanso nem pros reclames do plim-plim. E pior ainda são os jingles que os candidatos possuem. Cada um mais grudento e detestável que o outro. E os nefastos ainda botam essa bagaça pra rodar no seu bairro 24/7, num volume absurdo. É de sangrar os tímpanos! T-T
Pelo menos os candidatos daqui de São Luís não tiveram a inescrupulosa audácia de manchar belas músicas que marcaram minha inocente infância com suas letras sujas e abomináveis, como os morféticos abaixo fizeram:

  

Por que, meu Deus? POR QUÊ?!

Enquanto isso tem candidato prometendo entregar até o final do ano, e consequentemente o final do mandato (bem conveniente, não?), um VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) que vai “resolver todos os problemas do trânsito de São Luís”. ¬_¬ Mas enquanto esse projeto revolucionário não passa de “esgoto lançado ao mar”, eu me deleito com a ironia do destino. Seja sincero: tem coisa melhor do que ver um bandido desses se atolar no próprio buraco? E ainda por cima literalmente?


CHUUUUPA, CAOSTELO!

Gostou? Então curte o post aí embaixo (ou lá em cima =P) e divulga o haLIBIDOso pra sua galera nas redes sociais [Facebook] [Twitter]. Vamos abrir os olhos e a mente do povo! Estou contando com vocês, manolos! ;)

Beijos, abraços, e um bogue no baço! XD~

Até o próximo Momento Revolts. Tio Vítor aguarda vocês! o/

0 Pitacos :

Postar um comentário

Gostou do post? Então não custa nada compartilhar nas redes sociais, né? Dá essa força aí pra gente, fera! ;)

Me Add lá na PSN!